TJSC Busca Textual

Sistema de Consulta a Atos Normativos

documento original
Categoria: Resolução
Texto Compilado: Não
Número: 2
Ano: 1989
Origem: DA - Diretoria de Administração
Data de Assinatura: 21/09/1989
Data da Publicação: 26/09/1989
Diário da Justiça n.: 0
Página: 0
Caderno: Caderno Único



Documento(s) relacionado(s):










Íntegra:



Atenção: A versão HTML deste documento é gerada de forma automática e a apresentação abaixo pode conter formatação divergente do documento original. Para acesso ao documento, em seu formato original, clique aqui para iniciar o download.



           RESOLUÇÃO Nº DA-21.09.89/02



           O DESEMBARGADOR NELSON KONRAD, PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES,



  RESOLVE:



           Art. 1º - Os servidores só poderão ausentar-se do local de trabalho, durante o expediente, com autorização, por escrito, do respectivo diretor ou chefe do órgão.



           § 1º - As saídas durante o expediente serão fiscalizadas pelo Setor de Portaria, através de guia própria.



           § 2º - Os motivos do afastamento serão registrados na guia de autorização de saída, pela autoridade competente.



           § 3º - O afastamento sem autorização será imediatamente comunicado, por escrito, pelo Chefe do Setor de Portaria, ao responsável pelo órgão a que pertence o servidor, bem como à Diretoria de Administração, para as providências cabíveis.



           Art. 2º - As entradas tardias, que excederem a dez (10) minutos sofrerão descontos, de conformidade com o art. 93, II, da Lei nº 6.745, de 28.12.85.



           Art. 3º - Diariamente, o Setor de Portaria encaminhará à Diretoria de Administração relatório de ocorrências.



           Parágrafo único - Compete à Diretoria de Administração enviar ao Secretário do Tribunal relatório mensal, para as providências que julgar necessárias.



           Art. 4º - Estão isentos do registro do ponto os servidores:



a) ocupantes de cargo de provimento em comissão;



b) ocupantes de cargo ou função de nível superior;



           c) que exercem atividades de nível superior, assim caracterizadas por ato do Presidente do Tribunal, com fundamento no art. 85, VIII, da Lei nº 6.745, de 28.12.85;



           d) que tenham assegurado o benefício previsto no art. 90, da Lei nº 6.745, de 28.12.85, pelo exercício, por cinco (05) ou mais anos, de cargo comissionado neste Tribunal;



e) à disposição deste Tribunal, ocupantes de cargos de nível superior.



           Art. 5º A falta de uso de uniformes, quando exigido pelo Tribunal, implicará na perda do vencimento do período.



           Art. 6º - Esta Resolução entrará em vigor em 02.10.89.



           Art. 7º - Ficam revogadas as Resoluções nºs DA 09.03.82/02, DA-19.11.85/10, DA-14.01.86/01, DA-28.01.86/02, DA-27.05.86/05, DA-12.04.88/01 e demais disposições em contrário.



           Florianópolis, 21 de setembro de 1989.



           Des. Nelson Konrad



           Presidente



Sistema de Busca Textual - Versão 1.7.2 | Tribunal de Justiça de Santa Catarina 2017